23-07-2019

A ANÁLISE | OPINIÃO

Entrevista a Adrian Gasca da AvaiBook

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O ZibiLocal dentro de uma linha de informação, divulgação e apoio ao Alojamento Local, não quer ser só mais um repositório de notícias. Pretendemos ter artigos de fundo, entrevistas, conteúdo formativo, etc....
E no arranque do “novo” ZiBiLocal magazine, deixamos uma entrevista a Adrian Gasca, responsável comercial na Avaibook, empresa Espanhola que fornece um serviço de Channel Manager vocacionado para o Alojamento Local. 

Esta entrevista foi desenvolvida à distância e por escrito, sendo as respostas de Adrian Gasca, no melhor Português de um Espanhol que estudou em Portugal e que assumidamente não corrigimos os erros do idioma Português, por não ser o seu idioma nativo.


 

Adrian Gasca, pode falar-nos de forma breve sobre a história da AvaiBook? Há quanto tempo existem? Onde está vossa sede?

AvaiBook criou-se em 2010, já temos mais 7 anos como empresa, e contamos com uma maravilhosa equipa de mais 30 pessoas, trabalhamos para o mercado Espanhol, Italiano, Português, Francês e em uma menor media com resto dos países da UE, entre estes países estamos a ajudar a mais 54000 proprietários na gestão das suas reservas.
A sede da empresa ficar em Zaragoza, e desde aqui é feita a gestão para os países todos ao tratar-se de um sofware online sem necessidade de ter escritórios nos diferentes países onde ficamos a trabalhar.

 

Sendo a AvaiBook uma empresa Espanhola, parece terem no entanto um interesse grande também no mercado Português. Qual a razão?

O alto crescimento do numero de propriedades registadas como Alojamento Local nos últimos anos no país foi um claro indicativo, já que são nosso cliente ideal e não os hotéis, isto junto ao alto crescimento do turismo no país fez que tentáramos de lançar nosso produto no país vizinho.

Outro indicativo foi a inexistência de uma ferramenta como o sistema de pagamentos de AvaiBook Booking Direct Payment no mercado, junto as altas comissões que os portugueses têm de pagar aos bancos pelo uso de um terminal de pagamento automático fez que apostáramos pelo mercado português, achamos ter a oportunidade de trabalhar neste nicho de mercado e depois de um ano e medio com mais de 1200 clientes temos visto que não ficávamos em engano.

 

Como se posiciona atualmente a AvaiBook dentro do competitivo mercado dos Channel Manager? 

Como eu acostumo a dizer aos clientes ao final não existe diferença alguma entre as diferentes ferramentas de Channel manager, estas todas fazem a atualização de calendários e preços e a única diferença ficar na imagem da plataforma e o preço, mas eles todos fazem a mesma função atualizar tarifas e disponibilidade.

A principal diferença de AvaiBook é que alem de fazer isto quando um cliente receber uma reserva de Booking que é a maior plataforma de reservas para os AL o AvaiBook verifica o cartão do viajante e se este ficar errado avisa a Booking, da mesma forma faz que o proprietário possa simplesmente criar umas regras simples e estas apliquem-se as cobranças das reservas todas. Exemplo. Se você gostaria de cobrar o 30% da reserva no mesmo momento que o viajante reservar e o resto da reserva um dia antes da entrada o sistema fazelo automaticamente e da mesma forma se o viajante cancelar dentro da politica de cancelamentos este devolve o dinheiro ao viajante, esto faz a AvaiBook um ferramenta única dentro do competitivo mercado dos Chanel manager.

 

Porque têm um plano especial Rentalia? Prevêem acordos com outros portais de promoção de AL?

AvaiBook alem de fornecer um serviço de motor de reservas, Channel Manager e sistema de pagamentos para proprietários de alojamento local, fornece um serviço de sistema de gestão de reservas para plataformas de aluguer de ferias.
Neste caso AvaiBook fornece ás plataformas os motores de reservas para desta forma elas poder receber reservas online com uma gestão de pagamentos integra, cobro ao viajante, envio de dinheiro ao proprietário, envio da comissão á plataforma etc, AvaiBook  faz a gestão toda para que uma plataforma que tiver anúncios de alojamentos de terceiros com formulários de reservas poda chegar a ser o novo Booking ou Airbnb.
AvaiBook cria um plano especial para os anunciantes destas plataformas, exemplo o Plano expecial Rentalia, e desta forma possam ter o controlo da sua propriedade na plataforma.
Outras plataformas alem da Rentalia que estão a usar nosso sistema de reservas são por exemplo casevacanza.it, maior site de ferias no Itália ou Toprural, pertence ao grupo Homeaway e é a principal plataforma de aluguer para o turismo rural na europa.

 

Pela vossa experiência com o mercado Português de AL, o que é que mais impede e mais estimula um gestor Português para trabalhar com um Channel Manager ?

Eu acho que o que mais impede trabalhar com um channel manager é o desconhecimento da existência de este tipo de ferramentas, eu próprio tenho clientes que trabalhavam com mais 30-40 alojamentos e faziam atualização manual da disponibilidade, um imenso trabalho, porque desconheciam a existência de ferramentas deste tipo, outro problema é que muitos gestores acham que estes sistemas são só para hotéis e eles não podem assumir o custo de um sofware desta tipologia.

O que mais esta a estimular trabalhar com um channel manager esta a ser a obrigação de plataformas como “Expedia” de ter que trabalhar com um deles para poder inserir os anúncios nas plataformas ou a recomendação de outras como Booking para que os seus clientes trabalhem com ferramentas deste tipo e estão a ter seus calendários atualizados para mostrar sempre aos clientes a disponibilidade certa.

 

Acha que o gestor AL Português é muito diferente do gestor Espanhol?

Acho que não, não existe grão diferença entre o gestor espanhol e o gestor português, nos dois países existe a mesma tipologia de gestores que tem as mesmas necessidades.
Mas á 2 cosas que estiverem a me surpreender:
A valoração de nossa ferramenta de envio de mails automáticos pelo gestor português, enquanto o gestor espanhol não valora poder informar aos viajantes por email, eles acostumam a ter um simples emails de boas-vindas o gestor português valora muito a ferramenta e poder informar aos viajantes de uma maneira pessoal, não sei explicar com precisão mas o gestor português valora muito a imagem que o viajante esta a ter deles.
Outra coisa que tem me surpreendido muito dos gestores portugueses é o nível de organização grupal, tipo ALEP, para conseguir melhoras para os proprietários todos e o grão trabalho que fazem muitos gestores a nível particular para conseguir melhoras para eles todos.

 

Como vê este mercado do AL para os próximos 3 anos, para Portugal e Espanha?

É uma pergunta difícil, e não tenho certeza do que vai acontecer, mas acho que para todos ganhar é preciso uma regulação do sector para Espanha e Portugal e evitar a proliferação de alojamentos ilegais.

Se conseguir que seja um mercado regulado no qual fixe-se um máximo de alojamentos por distrito e licenças de explotação por períodos de tempo, vamos conseguir que a riqueza este a se distribuir para as pessoas todas que contar com alojamentos nas cidades turísticas.
Para mi não tem sentido por exemplo que uma empresa estrangeira compre medio bairro de alfama e alugue-lo como alojamento local.
Eu acho que os bairros, distritos são das pessoas que estão a viver neles não dos turistas, mas estas pessoas têm que perceber que para poder melhorar as infraestruturas, restauração, etc do bairro são necessários os turistas.
Todos podem ganhar se fazem-se as cosas de maneira correta.

 

Adrian, quais são as suas responsabilidades na AvaiBook?

Eu sou espanhol e faço o trabalho de comercial e suporte, sou o responsável deste mercado, tenho 24 anos e tive a oportunidade de aprender português ao fazer meu ultimo ano da universidade no instituto superior de economia e gestão de Lisboa, ISEG, onde tive a oportunidade não só de me formar numa das melhores universidades de Portugal senão de poder aprender a cultura do país e a manheira de trabalhar deste.
Comecei no AvaiBook há 2 anos quando retornei de Lisboa com o objetivo de lançar a ferramenta ao mercado português onde AvaiBook não trabalhava, para já temos mais 1200 clientes pelo que acho temos tido êxito neste projeto, ainda temos de melhorar muito mais, mas para já ficamos satisfeitos de conseguir este número de clientes e poder ajustar a ferramenta as necessidades especificas do mercado português.

 

adrian casca avaibook filtro sem transparencia  

      Adrian Gasca    

      https://www.linkedin.com/in/adrian-gasca-sancho/ 

      https://www.avaibook.com/pt-pt/

 

 

Entrevista realizada em 28 de Setembro 2017

Por: ZiBiLocal Magazine